Tabuleiro do Viaduto do Corgo fica concluído hoje

A última betonagem que vai unir todo o tabuleiro do Viaduto do Corgo, que possui uma extensão de 2.796 metros e está localizado em Vila Real, é feita esta sexta-feira, anunciou a concessionária Auto-estradas XXI.

O director geral da Auto-estradas XXI, Rodrigues de Castro, disse à agência Lusa que se trata da "betonagem da aduela do fecho central", que vai ligar uma parte à outra do tabuleiro.

Faltam apenas dois metros para "que se unam as pontes" e assim se concluam os 2.796 metros de comprimento da estrutura.

Inserido na Auto-estrada Trasmontana, entre Vila Real e Bragança, o Viaduto do Corgo é a maior obra de arte em construção no país e vai ser também o viaduto mais alto construído em Portugal.

Rodrigues de Castro referiu que esta última betonagem é um"ato simbólico" que vai ser assinalado com a tradicional cerimónia do "pau de fileira" que celebra a conclusão da estrutura principal desta obra.

Depois, falta ainda fazer os acabamentos, nomeadamente a parte dos passeios, as guardas de segurança, juntas de dilatação e colocação do betuminoso no tabuleiro.

O responsável referiu que esta obra de arte deverá abrir ao trânsito no verão deste ano.

O viaduto, em betão armado pré esforçado, divide-se em três sub-viadutos contínuos, o poente, nascente e o central, constituído por um vão central atirantado e dois pilares.

Os pilares principais da ponte têm 134 metros de altura desde a sapata da fundação até ao tabuleiro (inclusive), enquanto os mastros se elevam 63 metros acima do tabuleiro.

A altura desde a fundação até ao topo dos mastros é de 197 metros. Na zona de maior desnível em relação ao solo, o tabuleiro eleva-se a mais de 230 metros do fundo do vale do rio Corgo.

Para a construção desta obra, Rodrigues de Castro explicou que foi necessário recorrer a várias soluções.

Por exemplo, para os pilares optou-se pelos sistemas de cofragens deslizantes (centrais) e trepantes e auto trepantes (nascente e poente).

Depois, a nível de tabuleiros recorreu-se a vigas de lançamento (nascente e poente) e, na parte central, foram utilizados carros de avanço, que fazem a betonagem do tabuleiro de seis em seis metros de cada lado.

O responsável salientou que o Viaduto do Corgo representa um investimento de 85 milhões de euros. O custo total da Auto-estrada Transmontana é de 510 milhões de euros.

A construção arrancou em Março de 2010 envolvida em polémica e muitas críticas a esta complexa obra de arte por parte de ambientalistas e moradores próximos da estrutura, que constituíram o movimento cívico 'Cidadãos por Vila Real'.

O viaduto ergue-se a sul da cidade de Vila Real, entre Parada de Cunhos e Folhadela.

Fonte: Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário